Ibrahimovic: a dimensão comportamental da marca e a ativação 360!

zlatan ibrahimovic

O desenvolvimento de uma marca deve fazer-se através de um processo sistematizado cujo resultado seja uma harmonia e equilíbrio entre aquilo que o atleta é, o que comunica e para quem comunica. Por outras palavras, a marca deve representar os valores e personalidade do atleta, definindo-se posteriormente o que se irá comunicar sobre a sua vida pessoal e/ou profissional a determinado público-alvo.

O processo de desenvolvimento e implementação de uma marca passa também pela harmonia de três elementos fundamentais: o visual, o verbal e o comportamental. Na análise que aqui pretendemos fazer, iremos focarmo-nos neste último em particular.

Ibrahimovic é um atleta de eleição. Os seus golos e dribles são fenomenais. O sueco fala pouco, mas quando fala revela segurança na sua qualidade e competência. E do ponto visto prático, comportamental, Ibrahimovic é exatamente (ou faz) aquilo que diz ser, com grandes momentos de futebol proporcionados aos fãs da modalidade. Contudo, uma marca com uma dimensão comportamental deve ter, cada vez mais, uma abordagem 360, não se limitando, por isso, àquilo que é a sua principal atividade. Deve ir mais além, deve manifestar preocupações ambientes e sociais, entre outras.

No seguimento do que disse, esta semana, dentro e fora do campo, tivemos um belíssimo exemplo de uma ativação 360. Ibrahimovic imortalizou no seu corpo (leia-se, tatuou no seu corpo) o nome de inúmeras pessoas que passam fome em todo o mundo. Ibrahimovic, ”you rock!”, Isto sim é desenvolver o brand equity!

Artigo escrito para a agência Add Up Branding

Subscreva a newsletter: http://bit.ly/newsmarcoscastro

TOP UA-37139526-1
Read previous post:
Hangout – “Comité Olímpico Internacional, YouTube Marketing e Marketing Esportivo” com Patrick Browne

Hangout moderado por Marcos Castro Tópicos: - A estratégia de YouTube Marketing do COI: como conseguir um milhão de assinantes...

Close